Cidade do México, capital do país, foi atingida por um forte terremoto, de 6,8 graus na escala Richter, na tarde desta terça-feira (19/9). Por volta das 17h30, já havia sido confirmadas 43 mortes em decorrência do tremor. O Serviço Sismológico Nacional (SSN) detalhou em relatório preliminar que o tremor se localizou sete quilômetros ao oeste de Chiautla de Taipa, no estado de Puebla.

No último dia 7, o país foi atingido por um terremoto de 8,1 graus. Ao todo, 95 mortes foram confirmadas.

Catástrofe há três décadas
Há 30 anos, em 19 de setembro de 1985, a Cidade do México sofria outro terremoto que ficou conhecido como uma das maiores catástrofes já vivenciadas. Com cerca de 10 mil mortos e 4 mil pessoas resgatadas dos escombros, o sismo de 1985 até hoje é relembrado para que as próximas gerações possam se preparar melhor.

Na época, aproximadamente 30 mil estruturas apresentaram danos totais e 68 mil, danos parciais. O prédio da emissora Televisa (Televicentro à época) foi um dos atingidos e deixou o país completamente incomunicável.

A cada ano, por conta do aniversário dessa tragédia, as autoridades mexicanas promovem treinamentos preventivos em diversos edifícios do país. Nesta quarta, os exercícios foram realizados pela manhã, horas antes do novo tremor.

Com informações da Ansa Brasil.