Um delegado da Polícia Civil baleou a mulher ao chegar em casa no bairro do Pechincha, na Zona Oeste do Rio, na noite desta quinta-feira. Após atirar na perna da esposa duas vezes, Raimundo Gonçalves, da 64ª DP (São João de Meriti), cometeu suicídio. Uma equipe da Delegacia de Homicídios da Capital esteve no local.

Uma equipe da Polícia Militar do 18º BPM (Jacarepaguá) foi acionada para o local para verificar um disparo e, ao chegar no local, encontraram a mulher baleada na perna esquerda. A mulher foi socorrida pelo Corpo de Bombeiros e encaminhada ao Hospital Municipal Lourenço Jorge, na Barra da Tijuca.

De acordo com a PM, o delegado estava vivo e permaneceu dentro de casa armado. O Batalhão de Operações Especiais (Bope) foi acionado para negociar a rendição de Gonçalves. A assessoria ainda diz que agentes da Coordenadoria de Recursos Especiais (Core) da Polícia Civil foram até o local e assumiram o caso. A partir deste momento, os policiais do Bope e do 18º BPM deixaram o local.

O delegado morava na em uma casa de vila na Rua Imutá. Vizinhos contaram que ele havia se mudado há pouco tempo para o local e muitos nem sabiam que ele era delegado.

(Luiz Eduardo Hayden dos Santos)