A ocorrência de duas trombas d’águas (tornados que se formam sobre a superfície líquida), na manhã desta quarta-feira (19), assustou moradores e turistas de Alter do Chão, no oeste do Pará. Os fenômenos naturais apareceram no rio Tapajós e duraram cerca de 25 minutos. Nenhum dano foi registrado, conforme informações divulgadas pelo portal G1 no Pará

Apesar de ter durado quase meia hora, as trombas d’água não danificaram embarcações e casas próximas ao local das ocorrências, conhecido como Serra Piroca, em frente à orla de Alter do Chão.

As trombas d’água foram vistas, por volta de 11h, por moradores e turistas locais. À reportagem do G1 Pará, o músico Chico Malta afirmou que uma tromba d’água se formou primeiro e, depois, houve a formação da segunda. “Ao se desfazer, ela partiu da água para as nuvens. Já a outra, surgiu de cima para baixo”, disse.

Conforme informações divulgadas pela reportagem do G1, o fenômeno é comum, mas pode causar grandes destruições, dependendo da intensidade da pressão do ar e da temperatura durante a formação da tromba d’água. Além disso, o fenômeno ocorre em períodos de transição de temperatura e outra tromba d’água foi vista, no dia 22 de maio, em frente à orla de Santarém.