O presidente da Comissão Geral de Licitação do Amazonas (CGL), Epitácio de Alencar e Silva Neto, tem em sua mansão uma adega com pelo menos 500 garrafas de vinhos caros.

 

A informação de uma pessoa próxima de Epitácio.

 

Isso não seria nada demais se Epitácio ganhasse o suficiente para levar uma vida de luxo e riqueza. Mas não ganha. Recebe mensalmente, como presidente da CGL, menos de 15 mil reais brutos.

Recentemente, como já revelamos aqui, ele comprou uma mansão avaliada em cerca de 2 milhões de reais, localizada no bairro da Ponta Negra, uma das áreas mais caras de Manaus.

egundo a pessoa próxima a Epitácio, na adega dele há garrafas que custam até 20 mil reais, caso do Romanée-Conti safra 1996.

 

“Na adega do Epitácio o vinho mais barato é o Opus One, que está em torno de 2 mil e 500 reais”, assegura nosso informante.

 

Epitácio está há cerca de dez anos como presidente da CGL. Quando lá chegou, morava em uma modesta casa e andava em um carro popular.

 

Agora, está podre de rico, como se costumar dizer em liguagem popular.