Jéssica Santos Manaus (AM)

Ele está com a vaga garantida para o Mundial de Ironman 70.3, que será realizado em setembro de 2019, em Nice, na França. Ele é o jovem triatleta André Martins, que, aos 23 anos, vai realizar um sonho antigo – competir entre os melhores triatletas do mundo, numa das provas mais esperadas do triathlon mundial. André conquistou a vaga no último final de semana, no Ironman 70.3 Maceió, e agora vai buscar patrocínio para custear a viagem ao Mundial, e se tornar o primeiro amazonense a ir para a competição.

Raça e sorte

Ao todo, 1.500 atletas de 14 países participaram da etapa do Ironman 70.3 Maceió, que distribuiu somente 30 vagas para o Mundial Ironman 2019. André ficou em sétimo lugar na sua categoria (18-24), com o tempo de 4:32:09. Na sua categoria, havia somente uma vaga, mas André não perdeu as esperanças, e ficou com a vaga porque os atletas que chegaram à sua frente não atenderam à chamada para a inscrição, feita durante a premiação.

“Fui para lá com o objetivo de conseguir a vaga, e, no decorrer da prova, não consegui fazer o tempo que eu esperava, não consegui me posicionar melhor na categoria, mas estava com esperança de que na ‘rolagem’ das vagas, eu ia conseguir, então foi uma sensação bem legal de que eu cumpri o meu objetivo, não da forma como eu imaginava, mas consegui a vaga pro Mundial”, destaca André.

Agora, com a vaga assegurada, André pretende conseguir patrocínio para participar do Mundial na França. “Vou buscar apoio para conseguir ir pra prova; vou procurar outros meios também de conseguir recursos, fazer feijoada, meu trabalho mesmo e, assim, vou me programar direitinho pra ir, para representar o Amazonas e o Brasil lá, já que tenho mais de um ano pra me organizar para a viagem, para a prova, já que o Mundial será só em setembro de 2019”, destaca o triatleta.

Foto: Antônio Lima