O Nacional jogará na Arena Pantanal, em Cuiabá (MT), no dia 20 deste mês, quando estrear na Copa do Brasil diante do Dom Bosco-MT, às 20h30 (de Manaus), pelo jogo de ida. O mando de campo do adversário foi divulgado, na noite da última segunda-feira, pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

Caso o Leão da Vila não elimine o jogo de volta diante do Dom Bosco, vencendo por dois ou mais gols de diferença, a equipe de Manaus reencontrará o rival mato-grossense, no dia 27, longe dos próprios domínios, no Estádio Floro de Mendonça, em Itacoatiara (a 176 quilômetros da capital), em horário a ser definido.

A partida estava programada para a Arena da Amazônia, em Manaus, mas o Nacional foi punido pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) com a perda de um mando de campo e multa de R$ 5 mil pela confusão de torcedores no jogo entre o Naça e o Remo-PA, no dia 24 de março, pela Copa Verde.

O presidente do Nacional, Mário Cortez, confirmou que não entrará com recurso no Pleno do STJD e que o clube cumprirá a pena de perda de campo na Copa do Brasil. “Preferimos assim, mas só definiremos o horário da partida em Itacoatiara e os valores dos ingressos depois do confronto com o Dom Bosco. Afinal, podemos eliminar o jogo de volta”, comentou o dirigente do Nacional.