Cinco promotores vão integrar a equipe de investigação da morte da vereadora Marielle Franco(PSOL) e do motorista Anderson Gomes, assassinados na quarta-feira (14), no Centro do Rio. A solicitação veio do promotor Homero das Neves Freitas Filho, da 23ª Promotoria de Justiça de Investigação Penal. A decisão precisou da autorização do procurador-geral de Justiça do Rio, Eduardo Gussem.

Segundo informações do G1, a partir de agora, além da Polícia Civil, que comanda as investigações, fazem parte do time os promotores Alexandre Murilo Graças, Alexandre Themístocles de Vasconcelos, Luís Otávio Figueira Lopes, Marcelo Muniz Neves e Márcio José Nobre de Almeida.

Reuters / Ricardo Moraes